A primeira escritura pública digital do Brasil | CRYPTOID

Em 1763 foi assinada a primeira Escritura Pública em um tabelionato de notas no Rio Grande do Sul: uma Escritura Pública de Alforria. Na época, um marco para a história do Notariado, pois, antes mesmo da assinatura da Lei 3.353 de 1888 (Lei Áurea) que aboliu a escravatura no Brasil, a assinatura de um tabelião tornava liberto um escravo.

Ayrton Bernardes Carvalho Filho | Tabelião Substituto

Por Ayrton Carvalho Filho

Ontem, aos 07 dias do mês de agosto, do ano de 2017, contados do nascimento de nosso Senhor Jesus Cristo, foi assinada digitalmente com certificados digitais ICP-Brasil, a primeira ESCRITURA PÚBLICA ELETRÔNICA DE PROCURAÇÃO, de forma on-line e sem impressão de papel no Brasil.

O outorgante da procuração, que estava no estado da Flórida nos Estados Unidos e o Tabelião Substituto Ayrton Bernardes Carvalho Filho, que estava nas dependências do 1º Tabelionato de Porto Alegre, realizaram videoconferência para cumprir algumas formalidades legais inerentes ao ato notarial, com acompanhamento do Desembargador aposentado Aldo Ayres Torres, ex-Juiz Corregedor e, coincidentemente, Diretor do Foro da Comarca de Porto Alegre-RS que assinou juntamente com Ayrton, o Termo de Compromisso e a Portaria de nomeação do servidor, há 25 anos, em 1992.

“Foi com imenso prazer que testemunhei esse ato notarial, que, pela primeira vez no Brasil, não tenho conhecimento que já tivesse sido realizado em outro lugar, foi formalizado, com pleno êxito e segurança. Reporto-me ao ano de 1990, quando o então Corregedor-Geral da Justiça, Desembargador Cristovam Daiello Moreira, através do Provimento 03/90, editou as Consolidações Normativas Da Corregedoria-Geral da Justiça do Estado do Rio Grande do Sul, compreendendo os serviços judiciais (Volume I) e extrajudiciais (Volume II). O sistema de atualização dessas consolidações, em razão do ainda precário serviço de informática, foi preconizado através de folhas soltas, possibilitando, assim, de forma econômica, o manter sempre atualizadas. Foi um marco histórico. Tive a honra de coordenar os trabalhos das duas consolidações, sendo que na extrajudicial também foi coordenador o então secretário da Corregedoria, hoje titular do Primeiro Ofício do Registro de Imóveis de Porto Alegre, João Pedro Lamana Paiva. Por isso que esses avanços e aprimoramentos na prestação dos serviços judiciais e extrajudiciais muito me emocionam. Parabéns ao titular do 1º Tabelionato de Notas de Porto Alegre, Dr. Ayrton Bernardes Carvalho, e ao Tabelião Substituto, Dr. Ayrton Bernardes Carvalho Filho, pela brilhante e pioneira iniciativa”, comentou o Desembargador.

Marcelo Silva, Felipe Cecagno, Ayrton Carvalho, Aldo Torres e Ayrton Filho

O ato notarial eletrônico que foi lavrado na data de ontem, “foi construído a quatro mãos, com a ajuda de técnicos e cientistas da computação, (1) da Autoridade Certificadora Digital Safeweb, credenciada na ICP-Brasil, (2) da Sky Informática, desenvolvedora do software que imprimiu virtualmente a procuração eletrônica, (3) de integrantes do Instituto de Informática da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, que desenvolveram o MCONF, sistema de videoconferência baseado em áudio e vídeo tecnologia e, (4) escreventes do tabelionato”.

A partir de agora, de qualquer lugar no mundo, e com a popularização de dispositivos móveis (smartphones e tablets) e “certificados digitais mobile”, internautas terão a possibilidade de solicitar mais serviços notariais eletrônicos, e encontrarão mais utilidade para essas poderosas ferramentas que já são utilizadas, por exemplo, em petições eletrônicas e em interrogatórios e depoimentos por videoconferência, no âmbito do Poder Judiciário.

“Um pequeno passo para o homem, um grande salto para o Notariado Brasileiro”.

Leia Outros Artigos de Ayrton Bernardes Carvalho Filho aqui!

O post A primeira escritura pública digital do Brasil apareceu primeiro em CRYPTOID.

http://ift.tt/2umiONR SOURCE FONTE … Page http://ift.tt/2aM8QhC

Anúncios

Simplify the management of ip(6)tables based firewalls: fwgen » CyberPunk

fwgen is a small framework to simplify the management of ip(6)tables based firewalls, that also integrates ipset support and zones in a non-restrictive way. It is not an abstraction layer of the…

http://ift.tt/2wr39hM SOURCE FONTE … Page http://ift.tt/2aM8QhC

Man-in-the-middle Router » CyberPunk

Turn any linux computer into a public Wi-Fi network that silently mitms all http traffic. Runs inside a Docker container using hostapd, dnsmasq, and mitmproxy to create a open honeypot wireless…

http://ift.tt/2wFkwuG SOURCE FONTE … Page http://ift.tt/2aM8QhC

COM Command & Control: Koadic » CyberPunk

Koadic, or COM Command & Control, is a Windows post-exploitation rootkit similar to other penetration testing tools such as Meterpreter and Powershell Empire. The major difference is that…

http://ift.tt/2wr5idi SOURCE FONTE … Page http://ift.tt/2aM8QhC

Serverless, Real-time Malware Detection: BinaryAlert » CyberPunk

BinaryAlert is an open-source serverless AWS pipeline where any file uploaded to an S3 bucket is immediately scanned with a configurable set of YARA rules. An alert will fire as soon as any…

http://ift.tt/2wqKWRp SOURCE FONTE … Page http://ift.tt/2aM8QhC

Hackaday Prize Entry: A BSTRD Preamp

For this year’s Hackaday Prize, [skrodahl] is building a beautiful tube preamp. It’s a masterpiece of glass and free electrons, it already works, and it sounds great.

This circuit is a modified version of the Bastard, an amp published in the Danish magazine Ny Elektronik nearly 20 years ago. The original amp was a true bastard, with a transistor phono stage, a valve line stage, and an input selector that used relays. [skrodahl]’s version only uses the line stage, but part of the name remains as a nod to the original design.

The design of this amp uses octal 6J5 tubes, a 80 VDC, 0.1 A and 6 VDC, 1.5 A power supply. This is actually two projects in one, with the power supply comprising an another entire project.

[skrodahl]’s BSTRD is built, and it works, but the question remains: how does it sound? Unlike so, so many tube amp projects on the Interwebs, [skrodahl] actually has test and measurement gear to figure out what the frequency response and THD measurements actually are. For the frequency response, this amp is dead flat from 10 Hz to 30 kHz. THD is somewhere between 0.35-0.4%, or more than acceptable.

This is a great little project, and an awesome extension to an already popular Open Source project. It’s also a great entry for the Hackaday Prize, and we’re pleased to see it entered in this year’s contest.

The HackadayPrize2017 is Sponsored by:

Filed under: The Hackaday Prize http://ift.tt/2umDjtO SOURCE FONTE … Page http://ift.tt/2aM8QhC

Microsoft’s August Patch Tuesday Fixes 48 Security Issues

Microsoft released the August 2017 Patch Tuesday security bulletin, and this month the company fixed 48 security issues in six of its main product categories. […] http://ift.tt/2wFdpCx SOURCE FONTE … Page http://ift.tt/2aM8QhC